Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» omega3 fish oils
Qua Ago 03, 2011 3:16 pm por Convidado

» flaxseed oil softgels
Seg Ago 01, 2011 10:24 pm por Convidado

» casino style slot machines
Seg Ago 01, 2011 7:44 pm por Convidado

» overnight purchase TRAMADOL
Seg Ago 01, 2011 7:37 pm por Convidado

» гинекология температура
Dom Jul 31, 2011 6:48 pm por Convidado

» facebook fans xv
Dom Jul 31, 2011 6:15 pm por Convidado

» buy facebook fan f4
Dom Jul 31, 2011 11:56 am por Convidado

» Продвижение неизбежно
Qui Jul 28, 2011 9:23 pm por Convidado

» generic cialis 5mg
Qui Jul 28, 2011 1:54 am por Convidado

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Epidemia de cólera no Haiti já matou 253 pessoas e chegou à capital

Ir em baixo

Epidemia de cólera no Haiti já matou 253 pessoas e chegou à capital

Mensagem por axeldj em Seg Out 25, 2010 1:05 am

As autoridades haitianas tentam por todas as formas conter o surto, que já atingiu 3015 pessoas, dez meses depois do grande terramoto que causou a morte de cerca de 300 mil haitianos.

Há 1,3 milhões de pessoas que continuam a viver em acampamentos, particularmente em redor de Port au Prince, onde o saneamento é muito fraco, pelo que a epidemia poderá atingir proporções incalculáveis. Os baixos índices de saneamento e a ausência quase total de água potável fazem temer o pior, pelo que as autoridades já aconselharam a população a precaver-se.

“Será mesmo muito perigoso’’, disse Claude Surena, presidente da Associação Médica Haitiana. “Port au Prince já tem mais de 2,4 milhões de habitantes e a forma como vivem é bastante perigosa”.

Trata-se da primeira vez que o problema da cólera afecta o Haiti desde 1960, segundo explicam as Nações Unidas, que temem um grande aumento de casos.

Esta doença epidémica, contagiosa, originária da Índia e provocada por um bacilo, é transmitida pela água, mas também por alimentos que tenham estado em contacto com água imprópria para consumo, contaminada pelo vibrião colérico (Vibrio cholerae). A cólera causa muita diarreia e vómitos, seguidos de desidratação.

Grupos humanitários e Governo estão a enviar equipas médicas, medicamentos, água potável e outro auxílio para as áreas afectadas, depois de ter sido proclamado o estado de emergência em Artibonite, o maior departamento do país.

Na parte oriental da ilha Hispaniola, que partilha com o Haiti, a República Dominicana – que recebe grandes fluxos de turismo – reforçou durante o fim-de-semana as medidas de segurança. As autoridades disseram que a situação está sob controlo, mas algumas agências humanitárias alertaram que já lá foram registados alguns casos.

O portal da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas considera “indispensável que qualquer pessoa que se desloque à República Dominicana faça, antes da partida, um seguro que cubra totalmente os encargos com eventuais despesas de saúde no local, bem como os custos de um repatriamento sanitário”.

axeldj

Mensagens : 80
Data de inscrição : 23/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum