Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» omega3 fish oils
Qua Ago 03, 2011 3:16 pm por Convidado

» flaxseed oil softgels
Seg Ago 01, 2011 10:24 pm por Convidado

» casino style slot machines
Seg Ago 01, 2011 7:44 pm por Convidado

» overnight purchase TRAMADOL
Seg Ago 01, 2011 7:37 pm por Convidado

» гинекология температура
Dom Jul 31, 2011 6:48 pm por Convidado

» facebook fans xv
Dom Jul 31, 2011 6:15 pm por Convidado

» buy facebook fan f4
Dom Jul 31, 2011 11:56 am por Convidado

» Продвижение неизбежно
Qui Jul 28, 2011 9:23 pm por Convidado

» generic cialis 5mg
Qui Jul 28, 2011 1:54 am por Convidado

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Sócrates diz que Orçamento abriga o país da turbulência

Ir em baixo

Sócrates diz que Orçamento abriga o país da turbulência

Mensagem por axeldj em Dom Out 24, 2010 1:54 am

Sócrates, na qualidade de secretário-geral do PS, participou esta tarde no congresso da Federação Distrital do PS de Vila Real, que se realizou em Santa Marta de Penaguião.

Enquanto em Lisboa decorriam as negociações com o PSD sobre a proposta de OE, o líder do Governo recusou falar aos jornalistas, mas no seu discurso frisou que este é o Orçamento que “o país precisa”. “Com medidas difíceis, sim, mas que pretende colocar Portugal fora da crise da dívida soberana. É um Orçamento que exige coragem, decisão, vontade, energia, mas este é o momento para que todos aqueles que ocupam lugares de responsabilidade respondam também perante o futuro do país”, sublinhou.

Num discurso em que repetiu várias vezes as palavras “confiança” e “responsabilidade”, José Sócrates recorreu à história do partido para referir que o PS não teme tomar as medidas necessárias para ultrapassar os problemas, dando como exemplo o antigo primeiro-ministro Mário Soares.

“Dar o nosso melhor para tomarmos as medidas e conduzirmos o país a um final de 2011 em que esteja protegido dessa crise financeira internacional e em que vejamos assegurado o financiamento da nossa economia”, sublinhou.

Considerou ainda ser de uma “desonestidade intelectual total” falar dos problemas portugueses como “se eles se pudessem autonomizar da grave crise financeira e internacional e económica” que se vive há dois anos e que é a pior dos últimos 80 anos.

Relativamente à revisão constitucional, José Sócrates classificou como “absolutamente lamentável” que esses projectos “não disfarcem uma tentativa da desforra da direita para com o Estado Social”.

“O que o projecto de lei de revisão constitucional da direita política em Portugal espelha é a desforra que pretende obter do Estado tendo como pano de fundo ou desculpa a crise internacional”, salientou.

Já de manhã, também em Santa Marta de Penaguião, Pedro Silva Pereira falou em expectativas “positivas” por parte do Governo, do PS e do país, quanto à viabilização do Orçamento do Estado. “As expectativas são positivas de que podemos ter rapidamente a notícia de que este Orçamento é viabilizado no Parlamento e isso acrescentará confiança na economia portuguesa por parte dos mercados e instituições internacionais”, salientou o dirigente socialista e ministro da Presidência à comunicação social.

axeldj

Mensagens : 80
Data de inscrição : 23/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum